segunda-feira, 8 de junho de 2015

Semana do Douro no Brasil

“Há um rio que começa no Douro e termina no Brasil”. O Rio de Janeiro será a capital do Douro a partir desta segunda (08), com diversas ações pela cidade.
O Douro é a primeira região vinhateira demarcada e regulamentada em todo o mundo, e cenário de extrema beleza de Portugal. Lá nasceram grandes personalidades como Diogo Cão, descobridor de Angola, Fernão de Magalhães, responsável pela primeira navegação ao redor do mundo, curiosamente aportando no Rio de Janeiro em 13 de Dezembro de 1519. Bem próximo do Douro nasceu também Pedro Alvares Cabral, o primeiro europeu a tocar as Terras de Vera Cruz. Pois nesta semana, o Douro vem ao Brasil apresentar o que há de melhor em vinhos, enoturismo e cultura portuguesa.
O Rio de Janeiro, que também integra a Rede Internacional das Cidades Magalhânicas e comemora os 450 anos da sua fundação, foi a cidade escolhida para sediar o evento. O Douro foi classificado em 2001 como bem cultural da humanidade dada sua identidade vinhateira, paisagística e cultural única, uma verdaeira paisagem cultural, natural, evolutiva e viva.
Para celebrar estas afinidades históricas, a semana do Douro no Brasil oferecerá diversas atrações, entre elas a exposição “Douro Património da Humanidade”; Coletânea fotográfica concebida a partir do espólio fotográfico do Museu do Douro. A exposição foi realizada no âmbito da ação de promoção do Douro no Mundo. Tendo sido inaugurada na sede da National Geographic Society, EUA, em 2013; a apresentação do “Douro Film Harvest” e um espectáculo de fados com a presença de Cuca Roseta, farão parte das atividades.
A abertura, no dia 8 de junho, será focada nos vinhos, quando o expert Marcelo Copello fará uma palestra e alguns dos melhores produtores da região apresentarão seus notáveis vinhos, incluindo aí o Vinho do Porto. Entre eles Lavradores da Feitoria, Domingos Alves de Souza, Quinta do Crasto, Quinta dos Murças, Quinta da Casa Amarela, Porto Ceremony, Quinta Nova e Taylor´s
Já no âmbito do turismo, no dia 10, no recém-inaugurado Cota 200, no Morro da Urca, uma noite especial para o trade, agências e agentes de turismo serão apresentados um vasto conjunto de circuitos turísticos, procurando o estabelecimento de parcerias e o desenvolvimento de negócios. A semana encerra-se oficialmente no dia 11 com uma noite de fado, com a renomada cantora Cuca Roseta. Durante a semana alguns restaurantes estarão com ofertas e promoções valorizando a semana e os vinhos do Douro, como o Pobre Juan, que dará 15% de desconto em todos os seus vinhos do Douro,
Os patrícios não esqueceram dos 450 anos da cidade maravilhosa, que foi sede do império português, quando a família real para cá se transferiu e trazem na bagagem um carinhoso presente para oferecer aos dirigentes da cidade e estado. Para fazer a entrega dos “mimos” e interagir com os políticos e empresários locais, integram a comitiva Luis Campos Ferreira - Secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e Cooperação de Portugal; José Manuel Marques (Presidente do Município de Sabrosa) Vice-Presidente da Rede das Cidades Magalhânicas; Artq. Fernando Seara, diretor da Fundação Museu do Douro IP e Pedro Castro, Vice Presidente da AETUR.
A AETUR é uma organização coletiva de natureza privada e sem fins lucrativos, de âmbito regional/setorial, agregando cerca de 100 empresas com atividade turística, bem como instituições de desenvolvimento, de patrimônio e de cultura e autarquias. Foi constituída legalmente em 23 de Abril de 2001 e a sua área de intervenção corresponde ao Douro e Trás-os-Montes.

Para além das atividades correntes, próprias de uma Associação empresarial, a AETUR tem estado muito ligada às emergências territoriais e à busca incessante de estratégias transversais dentro dos princípios de cooperação e de solidariedade institucional. O seu movimento ascensional insere-se no esforço de estruturação dos produtos turísticos gerados na sua área de intervenção, procurando acentuar uma forte promoção e visibilidade externa à região, no âmbito nacional e internacional, com ganhos evidentes, já, no mercado interno

Um comentário:

Eco Trilha Viagens disse...

Se quer visitar o Douro e as fazendas vinícolas tem que fazer a sua inscrição nesta viagem - Vinícolas Portuguesas. Esta viagem tem o acompanhamento da Jéssica Marinzeck (O Canal do Vinho).
Depois desta viagem ficará a conhecer alguns dos melhores vinhos portugueses, as suas castas e os processos de vinificação, bem como a história por detrás de cada vinho. A Jéssica vai partilhar todo o seu conhecimento sobre vinhos e também vai passar várias dicas de harmonização e de serviço de vinhos, para que depois o possa fazer na sua casa!
Últimos lugares!